Previsões Astrológicas 2017

As previsões em astrologia normalmente consideram o inicio do ano quando do ingresso solar no signo de Aries. Então ainda estamos no último trimestre do ano anterior, iniciado no ingresso do sol no signo de Capricórnio. Entretanto, o ingresso no calendário tem significado especial e é o que tenho costumado analisar, quer em predições para o Mundo, quer em predições para o Brasil. Este ano voltarei a fazer predições para o Mundo, como eu fiz em 2016. Desta vez escolherei como ponto focal a cidade de Aleppo na Síria, uma forma de colocá-la na nossa lembrança, uma vez que ela é o centro nevrálgico do mundo nesta passagem de ano.

ano-2017-1

 

Este ano é regido por Saturno. Como ele é o planeta da colheita, o que dá a impressão que ele errou de ano e passou em 2016, dada a quantidade de celebridades – nas artes, esportes, ciência e política – que morreram no ano passado, ícones de várias gerações. Entretanto 2016 foi o final de um ciclo de 36 anos do Sol e seres de natureza solar (por isso eram celebridades) que já cumpriram sua missão nos deixaram.

Estamos inciando um ciclo de 36 anos de Saturno e o primeiro ano deste ciclo será regida pelo próprio Saturno, o que deixa alguns um tanto assutados, dada a fama de malvado que este planeta tem. Entretanto devemos encarar qualquer planeta a partir de seu simbolismo mais profundo, vindo do mito que originou seu nome. Saturno (Chronos da mitologia grega) é quem rege as colheitas e as Saturnálias – festas dedicadas a Saturno, que provavelmente deram origem ao Carnaval  –  eram muito populares em Roma. Indica o fim de um ciclo (preparo, plantio, crescimento e colheita), coroando os esforços da agricultura e o início de um novo ciclo. Saturno é representado como um velho com uma foice (símbolo da colheita) e sua imagem inspirou tanto o “Ano Velho” como a Morte (arcano XIII do Tarot) e acabou sendo assimilado na cultura cristã na parábola separação do joio do trigo. E ele representa isso mesmo: quando o planeta Saturno está influenciando, estamos colhendo o que plantamos.

saturno-2

Para muitos astrólogos, Saturno também cobra uma postura sobre o que foi deixado de lado e nos alerta quando ainda dá tempo de retomar projetos e sonhos esquecidos, bem como deveres não cumpridos. Sob este ponto de vista, ele nos dá uma chance.

Durante o ano de 2017, Saturno estará quase que totalmente sobre o signo de Sagitário, mudando para Capricórnio em 21 de dezembro, com movimento direto até 06 de Abril, tornando-se retrógrado de 7 de Abril a 25 de Agosto e voltando a direto ate 20 de Dezembro.

O que estará Saturno cobrando da Humanidade? Saturno está em Sagitário desde 23/12/2014, com um breve período em Escorpião (resultado da retrogradação e retorno) de junho a setembro de 2015. Sagitário é o signo da intelectualidade, do pensamento filosófico, da evolução do espírito, coisa que a humanidade está bem longe de fazer. Este é o último ano deste trânsito, pois a partir de 21/12/2017 estará em Capricórnio, já com outra proposta.

A nível individual, esse seria um ano onde devemos procurar aprender algo novo, dar vazão ao sonho de uma profissão, às vezes não vista como rentável ou de “sucesso” ou ainda a busca realização pessoal ou espiritual.

Saturno no Mapa

Na virada do ano, Saturno está fazendo os seguintes aspectos: sextil com Júpiter, trígono com Urano e quadratura com Kiron.

Saturno e Júpiter são planetas aparentemente opostos: Júpiter é expansão enquanto Saturno e contenção. Júpiter é alegria e Saturno, sisudez. Júpiter é criatividade e Saturno disciplina.

Entretanto quando bem aspectados Saturno viabiliza as ideias de Júpiter e no momento o mundo precisa de boas ideias.

Toda vez que Júpiter e Saturno se encontram, alguma mudança estrutural acontece.

Júpiter está em Libra, o que reforça seu papel na Astrologia Mundial de regente da Justiça. Devemos pensar em mudanças nesta esfera, quer se pensarmos nacionalmente, quer mundialmente. Mas será a Justiça que queremos?

Júpiter está em oposição a Urano que está em trígono com Saturno. Urano é o planeta das revoluções, o que pode colocar uma revolta popular ou um golpe de estado gerindo estas mudanças na Justiça. Em todo o mundo a Justiça será fortemente questionada, com forte resistência para manutenção do status quo.

deusa-justica

Vênus está em trígono com Júpiter o que garante uma atenuada no quadro traçado até agora.

Urano está em Aries desde 2011 e ficará até maio de 2018. Aries é o planeta das iniciativas e, no contexto em que está mostrado, estamos longe de ter paz. A briga entre Saturno e Urano continuará por mais este ano. Mas qual será o resultado?

Kiron, o Curador ferido está em Peixes, em quincúncio com Júpiter e em quadratura com Saturno. Kiron em peixes simboliza a ajuda humanitária, necessária neste momento. Ele está neste signo de fevereiro 2011 a março 2019, reforçado pelo seu aspecto com Saturno. Estamos acompanhando movimentos de refugiados e a dor e destruição que envolve a Síria neste momento, que está necessitando muito disso. A vida das pessoas envolvidas deveria estar acima dos conflitos políticos, econômicos e religiosos. Por outro lado, Júpiter em aspecto recomenda cautela por causa da busca do alívio da dor em posições fanáticas religiosas. O vazio da geração Z e a falta de esperança gerada pelo cinismo escancarado dos governantes levam muitos a aderirem a estes movimentos de causas fundamentalistas, por falta de opção.

O Sol e a Lua

sol-e-lua

O Sol representa os governantes e a Lua, o Povo. O Sol no momento está em conjunção com Mercúrio retrógrado, o que traz problemas na comunicação dos governos entre si e com seu povo. E também está em conjunção  com Plutão, o planeta das transformações. Isso compromete todas as estruturas de poder, desde pequenas organizações até a ONU. Há um processo de transformação em andamento, que estará agudo neste ano. Mercúrio retrógrado com Plutão exacerba o lado perverso do poder. Em 2017 ninguém que está no poder vai sequer fingir que é bonzinho.

Sol, Plutão e Mercúrio estão em trígono com Marte. Marte é o fósforo que faltava pra acender a fogueira.

A Lua representa o povo. Ela não forma aspectos e está Aquário. Em princípio, estar sem aspectos não é um problema, pois às vezes é melhor estar só que mal acompanhada.

A Lua em Aquário quebra um pouco a pressão das transformações pesadas que estão ocorrendo. Representa a maleabilidade e a esperança no futuro em todos os povos da Terra. Isso garantiu a sobrevivência da espécie humana ao longo dos milênios.

É bom lembrar que o povo somos nós.

Que venha 2017.

, , , , , ,

Uma Resposta para Previsões Astrológicas 2017

  1. Madalena 30 de dezembro de 2016 at 15:55 #

    Gostei muito da forma como apresentou estas previsões.

Deixe uma resposta

Desenvolvido por WordPress. Desenhado por Woo Themes